12 de dez de 2012

Bite Me IV - Romance

Eu sei que eu disse que a história inteira ia ser narrada pela Katherine, mas eu decidi colocar o Justin também pois ficou difícil de encontrar contexto.

Katherine's POV

- Porque você não vai treinar um pouco? Você fica tanto tempo naquela sala, que acho que nem sabe atirar mais. - Já nem conseguia mais distinguir uma voz da outra, quando dormi novamente.

...

Alison estava sentada ao meu lado, conversando brevemente comigo e de cabeça baixa, quando a chamei novamente. 
- Ali, já falou com o Chris? - Disse me ajeitando na cama. 
- Como? Ele só fica cuidando dos doentes, e a outra parte do tempo treinando. 
- Treinando? Como assim treinando? - Falei confusa.
- Ér, treinando para matar vampiros ... - Ela me olhou com um olhar preocupado. 
- Sério? E como é? - Sorri interessada. 
- Olha, eu não sei explicar, nunca vi eles matando um e nem quero ver! 
- Hum, bom, vou falar com Justin sobre isso. Mas antes, vamos comer alguma coisa? 

Justin's POV

Tinha ido direto ao campo de treinamento, ignorando à todos que possivelmente me chamaram, peguei minha Smith and Wesson 45 favorita e fui até o depósito, peguei alguns alvos e voltei logo em seguida. Destravei a arma rapidamente e em seguida mirei no alvo que estava à alguns metros de mim. Procurei sempre atirar na cabeça, mas infelizmente isso não mata vampiros, temos que matá-los cortando a cabeça fora. Por sorte minha, havia uma floresta logo atrás do depósito, fui até lá e peguei meu machado, em seguida andei até a floresta. Escolhi uma árvore, e com toda a força que eu tinha, com tudo que eu acreditava, eu derrubei em uma só machadada.
- Está com raiva? - Chris falou chegando.
- Um pouco, Katherine está doente, e não podemos fazer nada. - Falei e larguei o machado no chão, sentando no mesmo em seguida (chão,ok?) .
- Cara, calma, não perca o espírito. Lembra como era antes disso tudo? Vamos fazer o máximo possível, para que seja igual a alguns tempos atrás.
- Mas mesmo tentando, no fundo, todos vão saber que ainda estamos no meio do fim do mundo.
- Justin, vamos voltar para lá, a Katherine quer falar com você. - Chris falou andando para fora da floresta.
- Sério? E o que ela qu... - Quando direcionei meu rosto para frente, havia um homem, de capuz preto no nosso caminho. Ele olhou para cima e os seus olhos pretos apareceram, era um vampiro. Ele deu um sorriso irônico e logo sumiu. Chris e eu continuamos andando, mas bem mais atentos agora. Quando chegamos ao campo de treinamento de armas, Katherine estava segurando minha 45 na mão e observando calmamente.
- Me ensina a atirar? - Ela falou olhando para mim.
- Você precisa se recuperar.
- Eu estou bem Justin. - Katherine largou a arma em cima da mesa e veio até mim, me abraçou e sussurrou no meu ouvido. - Obrigada, por tudo.
- Tudo bem. Mas acima de tudo, antes de saber atirar, você tem que saber, que a arma não é brinquedo. - Ela sorriu e pegou a arma novamente. A ensinei como destravar uma arma, ensinei como segurar, como mirar e principalmente como carregar. Ao final de tudo, fomos descansar.

...

Passaram-se dois dias desde que Katherine passou mal da última vez, ela está saudável agora, mas qualquer coisa Christian está sempre por perto. Notei que a cada dia, Kath se interessou ainda mais pelas armas, treinou hoje à tarde na floresta, conseguiu quebrar uma árvore. Ás vezes me sinto orgulhoso, por ter feito isso, por ter salvado tantas pessoas, mas hoje, eu sei que se eu não tivesse procurado por alguém naquela casa, ela estaria igual a um desses bichos. 
- Onde a Kath está agora Chris? - Falei olhando para ele.
- Ela está com a Ali, porque?
- Só pra saber ... 
- Você gosta dela, não é? Porque não fala com ela?
- Ah cara, eu tenho medo dela não gostar de mim como eu gosto dela. - Disse dando uma mordida no meu sanduíche. 
- Tá bom né. - Chris olhou para frente e comeu o seu lanche. 
- E você e a Ali? O que tem entre vocês? - Falei dando um sorrisinho. 
- O que? Eu e ela? Até parece que ela gosta de mim né cara, ela vive olhando pro Tyson.
- Bom, você que sabe! - Falei e fui até os dormitórios ver Katherine. Quando cheguei lá, tive uma surpresa, ela estava apenas de toalha, na mesma hora eu a olhei de cima abaixo, mas quando ela percebeu, levou um susto e saiu correndo para o banheiro. Fiquei esperando ela sair, quando saiu estava com uma calça jeans e uma blusa de mangas longas.
- Ér, me desculpa, eu não sabia que ... - Falei tentando me explicar.
- Não, deixa. Vamos esquecer isso. - Ela se sentou do meu lado de cabeça baixa. Será que eu falo com ela sobre ... aquilo? Não, melhor deixar as coisas acontecerem.
- Então, do que você gosta?
- Eu gosto de várias coisas, gosto de música, gosto de ler, de dançar, de escrever ... e você? - Ela falou olhando para mim.
- Acho que eu parei de fazer as coisas que eu gosto quando fiz 17 anos. Depois disso eu só era controlado pelo meu pai e pelas menininhas malucas que corriam atrás de mim. Queria que tudo voltasse ao início, e minha mãe não tivesse casado com o presidente.
- Justin, um dia, vai ser como nós queremos. Mas agora, nós temos que lutar, temos que acabar com esses bichos filhos da mãe. - Ela falou dando incentivo, ri no mesmo instante.
- Sabe, você sabe como animar o dia de uma pessoa! - Ficamos conversando até anoitecer. Tudo estava ótimo, estávamos rindo. Ouvimos um barulho na janela e pedi licença para poder olhar, quando cheguei perto uma coisa aparece na minha frente, me assustei e corri para pegar a arma que escondia embaixo da cama dela.

Ela estava pendurada na janela, tentei atirar na cabeça dela, mas a mesma desviou, logo em seguida, deu um sorriso irônico, me desafiando. Continuei atirando na direção dela, mas ela continua com aquele sorriso amedrontador.

Segundos depois ela pulou da janela e sumiu no ar. Fechei a janela e fui procurar Katherine, não estava mais ali, procurei ela por todo o quarto e não achei, até que ouvi um barulho no banheiro. Abri a porta devagar e encontrei Kath no chão, chorando desesperadamente. A peguei no colo no mesmo instante e a levei para cama, procurei mordidas por todo o corpo dela, mas ela não havia sido mordida. 
- O que houve? Porque está chorando?
- E..u eu to com medo Justin, eu não quero isso! - Ela falou gaguejando um pouco.
- Calma, ela já foi embora.
- E se ela voltar Justin?! - Ela falou me olhando.
- Ela não vai voltar, eu prometo. 
- Posso pedir um favor? - Ela perguntou e eu mexi a cabeça. - Dorme aqui comigo hoje a noite?
- Ér, eu não posso é qu... 
- Por favor! - Kath me interrompeu. 
- Tá bom. - Sorri e tirei meus sapatos, deitei ao seu lado me aconcheguei na cama. Ela ficou me olhando até adormecer, e eu também ...

MENINAS! MIL DESCULPAS POR DEMORAR AAAAAAAANOS PARA POSTAR, OK? MAS EM RECOMPENSA, AI VAI UM CAP. MUITO FOFO E GRANDE, OK? BEEEEEEEIJOS :*
 Isa

3 comentários:

Obrigada por comentar, isso significa muito para nós!