16 de jan de 2013

Bite Me X - Bite


"O rosto enganador deve ocultar o que o falso coração sabe."
— William Shakespeare


Episódio 10 - Bite | 07:15 AM - Luisiana - EUA | Road

Justin's POV


Acordei e Katherine não estava comigo, levantei encarando a luz do sol que invadia as janelas velhas daquele depósito. Saí a sua procura, a vi encostada no lado de fora do carro, olhando o belo horizonte que via a sua frente. Fui até ela e dei um beijo em sua bochecha, a mesma direcionou seus belos olhos castanhos, com uma expressão serena, despreocupada.


(clique em leia mais para ler o resto da história)

— Como passou a noite? — Perguntei me debruçando no carro.
— Bem.
— Katherine, desde aquele dia você vem ficando estranha. O que houve?  Disse o que estava trancando na minha garganta.
— Não é nada, Justin. Apenas acho que, não deve acontecer novamente. — Que diabos ela está falando?
— Tudo bem ...
— Amigos?  Amigos? Isso é sério? Ela só me quer como um amigo? 
— C-claro.  Eu desfiz a expressão de felicidade que estava em meu rosto, um aperto no peito me sufoca. Eu a amo e ela não me corresponde. Seria ironia do destino? Porque sinceramente, eu não estou entendo o que acontece.


...

Estamos na estrada, Katherine está desenhando novamente, não falo com ela desde que ela quebrou meu coração. Eu penso, a vida nos dá expectativas demais, sonhos demais, mas a maioria deles não se realizam. Tenho que me afastar de tudo que me atrasa, me engana, me segura e me retém. Nem tudo é como queremos. Se ao menos dessa revolta, dessa angústia, saísse alguma coisa que prestasse.
Mas e o que faço com aquele desejo de sentir a tua boca, de inebriar-me com teu cheiro, de ouvir sua doce voz em perfeita sintonia, de te amar? Talvez enfie em um buraco fundo do meu coração, onde nunca poderá ser achado e sentido novamente. Ou talvez apenas precise esperar o tempo passar e essa dor dentro do peito cicatrizar. 
Te quero, te vivo e te amo. 


Katherine's POV

Tomar coragem para dizer que não o amo ainda não tenho, mas pelo menos consegui com que ele entendesse que daqui por diante somos amigos. Eu sei que posso ter deixado-o magoado, mas não posso mais fingir ser algo que eu não sou. Eu amo Jake e isso é inevitável. Se Justin soubesse o que eu penso, me entenderia. Alison está com Christian agora, mas apenas eu não tenho sorte com o amor. Jake virou um monstro e provavelmente, ele só vai querer ficar comigo se for também.
Virei a folha para desenhar mais uma vez e encontro novamente uma frase escrita, droga, agora tenho que cuidar para Justin não descobrir o que aconteceu.
"Ué, o que houve? Ele não soube te satisfazer direito?"
Arranquei aquela folha fora joguei pela janela, não aguento mais Jake me mandando bilhetes, parece que ele quer me fazer sofrer. Ele sabe de tudo, está em todo lugar. 

...

É noite e nós estamos dentro de um supermercado abandonado, todos estão dormindo enquanto eu saio agora pelos fundos, me viro para fechar a porta e quando torno meu caminho novamente, encontro Jake a minha frente. Era de se imaginar que ele iria voltar para me procurar. 
— Pensou que ia fugir de mim?
— Não, eu esperava você. Porque não para de me seguir? — Falei e ele abaixou a cabeça.
— Eu te quero, Katherine. Fuja comigo e você vai ter uma vida melhor.
— Uma vida melhor, onde tenho que matar pessoas pra sobreviver? Isso não é vida, Jake. 
— Me deixe lhe transformar. — Ele me olhou com piedade.
— Não, eu não quero virar um desses monstros! — Eu me virei para entrar, mas o mesmo segurou minha mão. Seu olhar se parecia como de um demônio adormecido, perdeu sua gentileza e tolerância. Logo senti meu cabelo sendo puxado, seus dentes afiados cravaram no meu pescoço, senti o doce veneno se espalhando pelo meu corpo e o sangue escorrendo. Tudo se escureceu e o gelado chão de cimento tocou minhas costas. 


Justin's POV

— Não, Alison, isso não pode ter acontecido!  Berrava enquanto segurava o corpo ensanguentado de Katherine no chão. 
— Calma, Justin! Eu vou chamar o Chris.  Ali saiu correndo dali e logo voltou junto de Chris, levei ela para dentro e a coloquei sobre uma mesa qualquer. 
— Ela foi mordida?  Perguntou Christian olhando o pescoço, tendo certeza.  Primeiro eu vou precisar de panos molhados pra limpar ela, curativos, esparadrapo e uma seringa com agulha.  Alison e algumas meninas foram buscar o que ele pediu.  Justin, tire a roupa dela, eu vou ver se acho mais algumas coisas. 
Ele saiu e eu comecei a tirar sua blusa e calça, observando cada detalhe. Ela com certeza perdeu muito sangue, está branca e os lábios perderam sua cor natural. 
— Justin, deixa que eu limpo ela, vá procurar o soro.  Deixei ela com Kath e saí a procura do que me pediu. Eu estou perdido, não sei o que fazer se Katherine virar um daqueles monstros. Ela pode me matar. Quando volto, ela está coberta por um fino lençol e ainda pálida. 
— Primeiro eu vou fazer um curativo nessa mordida, depois eu vou ter que colocar soro nas suas veias, ela perdeu sangue e vai demorar um pouco para repor.  Disse ele já limpando com álcool o local da mordida. 

Continua ...


MINHAS NEGAS, EU FIQUEI DOENTE E NÃO PUDE POSTAR, OK? MAS AGORA EU POSTEI UM CAP. BEM GRANDINHO PRA VOCÊS! O QUE ESTÃO ACHANDO DA KATHERINE? QUAL O PALPITE DE VOCÊS PARA O PRÓXIMO CAP.? BEEEEIJOS
Isa 

7 comentários:

  1. aaaaaaaaaaaaaaaaaaaah
    meu Deus
    continua

    ResponderExcluir
  2. OMB,eu achei ela meio fria com o Jus,tadinho dele,mais ama outro né :/ Continua,estou curiosa para saber o que vai acontecer com ela

    ResponderExcluir
  3. Ameeeeei , não acredito que ela foi mordida >(

    Continua :D

    ResponderExcluir
  4. maravilhooooooooooooooooooooooso!
    continua isaoooo!
    bjs
    lu

    ResponderExcluir
  5. ~ Oi ;)
    Pode me ajudar votando no meu blog "Web's Of Love" em um concurso no blog chassy-bomb.blogspot.com? Agradeceria se ajudasse.
    Beijoos =3

    ResponderExcluir
  6. Leitora nova :
    Muitoooo perfeitoo gata ... aki me ajuda a divulgar meu blog http://imaginebelieberforeverbiebs.blogspot.com.br/?m=1
    Obrigada e continuaaa

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar, isso significa muito para nós!